Sarcopenia: será que você sofre desse mal? Confira.



A perda progressiva de massa muscular é um problema que costuma atingir pessoas a partir dos 50 anos. Saiba mais.

A sarcopenia é um efeito da idade que acomete 40% das pessoas acima dos 65 anos. Sarcopenia é um nome de origem grega, que significa sarx = músculo e penia = perda. Ou seja, é a perda progressiva de músculos.

Justamente por ser um problema pouco conhecido, as pessoas não conseguem identificar quando estão perdendo massa muscular.

Muitas vezes, por estarem com o mesmo peso há muito tempo, acreditam que estão envelhecendo muito bem. Mas acontece que enquanto perdem músculos, ganham gordura, por isso o peso não muda.

É muito comum que quando as pessoas atingem uma idade mais avançada, reduzam o consumo de proteínas, especialmente de carnes, por ser mais difícil de mastigar e digerir.

Mas a proteína é fundamental para a reconstrução muscular.

Em vez disso, aumentam o consumo de carboidratos, como arroz, farinha e batata. Assim, junto de uma vida sedentária, acabam absorvendo mais gordura.

Os efeitos da sarcopenia


Os maiores problemas causados pela perda progressiva de massa muscular é a fraqueza, dificuldade para se locomover sozinho, redução da velocidade ao fazer qualquer atividade e também o mais risco de quedas.

Em idade mais avançada, qualquer queda pode ser um alto risco de hospitalização, o que acaba deixando a pessoa ainda mais sedentária e aumenta o grau da sarcopenia, pois fica acamada e come menos.

Cuidados para retardar a sarcopenia

É normal que pessoas mais jovens e que não pratiquem atividade física diária percam em média 14 gramas de massa muscular diariamente. Mas em uma pessoa com mais de 50 anos essa perda pode chegar a 95 gramas, é muita coisa.

Para retardar esse processo o máximo possível é fundamental comer a quantidade adequada de proteínas por dia, assim como praticar alguma atividade física, ao menos 20 minutos todos os dias, e manter uma dieta balanceada, com acompanhamento profissional, para evitar o aparecimento de doenças crônicas.

Se você está chegando ou já chegou aos 50, é uma pessoa sedentária e percebe algum sinal de fraqueza e cansaço, mesmo não estando ligado a atividades específicas, considere conversar com seu médico sobre a sarcopenia e tomar as providências necessárias para ter uma velhice saudável e plena, do jeito que você merece.



Comentar

14 + 15 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.