Veja 6 modos de estimular funções hormonais de maneira natural



Descubra os alimentos favoráveis e sintomas de que algo não está bem

O hipotálamo está localizado dentro do cérebro humano e tem a importante função de regular a maioria dos hormônios que transitam no corpo.

Influencia diretamente nas glândulas ligadas ao sistema nervoso e endócrino, regulando calorias, peso e temperatura do organismo.

Ele atua diretamente na sede, humor, sono, emoções, frequência cardíaca, fome e até no desejo sexual.

Uma das glândulas reguladas por ele, é a pituitária que está vinculada aos ovários, tireoide e testículos.

Veja 6 maneiras de beneficiar e incentivar o perfeito funcionamento do hipotálamo e consequentemente da sua saúde.

Consuma mais cromo

Pesquisas associaram esse mineral a uma forma de ajudar o funcionamento do hipotálamo.

Regulando o apetite e retardando o processo de envelhecimento nos neurônios.

Os dos 10 melhores alimentos para se consumir uma boa quantidade de cromo são:

  • Batata
  • Brócolis
  • Manjericão
  • Alho
  • Carne (vinda de animais que só se alimentam de maneira natural e não com ração)
  • Peru
  • Vagem
  • Banana
  • Laranja
  • Maça

Óleos Essenciais

Tanto o óleo de incenso quanto o óleo de mirra são utilizados para evitar inflamação e tem o poder antioxidante.

Além de possuir ativos, um deles chamado de sesquiterpenos que tem o poder de estimular a memória, as emoções, nos manter mais calmos e focados.

Existem diversas formas de se absorver os benefícios desses óleos: inalando direto ou utilizando o óleo de jojoba como transportador e usar passando na pele.

Vitex agnus-castus

É um suplemento natural de planta que equilibra os hormônios das mulheres e aumenta a fertilidade.

É encontrado como chá, cápsulas ou líquido.

Consuma gorduras do bem.

Tanto o colesterol juntamente com outras gorduras tem um papel de antioxidante e ajudam a manutenção de moléculas e neurotransmissores.

Encontramos essas gorduras nos seguintes alimentos.


  • Azeite
  • Óleo de coco
  • Abacate
  • Salmão selvagem

Durma e relaxe

Não dormir bem desequilibra o cortisol e , o estresse leva a mudanças hormonais reais.

O cortisol tem sua síntese feita por enzimas através do colesterol.

Por isso, uma boa noite de sono diariamente e a diminuição do estresse no dia a dia faz muito bem para seu hipotálamo.

Mexa-se mais

Um estudo feito no ano 2000 revelou a relação direta em fazer exercícios e o impacto positivo disso nas atividades de seus neurônios e nos genes.

A pratica regular de atividade física baixou a pressão arterial dos animais hipertensos testados.

Elementos que afetam o hipotálamo

Tumores, lesões, cirurgias podem afetar o perfeito funcionamento, mas devemos ficar atentos a infecções e inflamações, desnutrição, distúrbios alimentares, genéticos e sangramentos.

Os sintomas de que algo não está bem com essa região são: coração batendo mais lentamente, temperatura do corpo abaixo do normal, mais apetite, ganho de peso acelerado, sensação de sede constante e vontade de fazer xixi toda hora.

Funcionando de forma inadequada algumas das consequências estão abaixo:

Obesidade hipotalâmica – algumas pessoas que sobrevivem a tumores no cérebro acabam tendo essa área afetada e o resultado é um aumento de peso incurável.

Insuficiência Adrenal – essa deficiência na produção desse hormônio leva a tontura, fraqueza e prostração.

Cefaleia em salvas – é uma das piores dores de cabeça existente. Dá em apenas um lado da cabeça e causa entupimento nasal e olhos lacrimejando.

Quando o hipotálamo funciona de maneira irregular existem consequências preocupantes como:

  • Tumor no cérebro
  • Doença autoimune de Hashimoto
  • Hipotireodismo e Hipopituitarismo
  • Defeito no hormônio do crescimento
  • Insuficiência testicular
  • Calores no período da menopausa
  • Síndrome do ovário policístico

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico.

Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado.



Comentar

one + 13 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.